Benito Gama

Benito Gama

     

Notícias

Benito Gama

     

Notícias

Benito Gama participa do XII Encontro de Revendedores de Combustíveis do Nordeste

Postado por Luzi Pimentel há 2 semanas atrás, em

O deputado federal Benito Gama (PTB-BA) participou neste sábado (25), do XII Encontro de Revendedores de Combustíveis do Nordeste que tem como tema “Brasil: desafios e esperanças. O impacto das reformas estruturais” realizado em Imbassaí (BA). “É um evento de extrema importância deste setor que cumpre um papel fundamental para a economia e desenvolvimento do país”, disse Benito Gama.

Na ocasião, o parlamentar falou sobre os impactos das reformas na economia nacional. “É bem verdade, estamos avançando. Mas, isso não é simples. É uma coisa complexa, pois na democracia você tem que discutir todos os interesses em prol do país. E, as reformas trabalhista, previdenciária, tributária, fiscal demonstram todo o nosso empenho e trabalho neste desafio”, disse Benito Gama. 

Segundo o deputado Benito Gama os números positivos já apontam para o resultado importante com as reformas do Governo Temer. “Pelo sétimo mês consecutivo, a economia brasileira abriu mais vagas com carteira assinada do que fechou. Um total de 76,6% de vagas com carteira gerando um saldo positivo. O Juros em 7, 5% gerando otimismo no mercado que também acompanha a bolsa em cerca de 74 pontos”, disse.

“A expectativa é de que em 2018 o desemprego possa cair para 8,5%. Mais um impacto positivo das reformas, nesse caso, a trabalhista. Essa nova legislação que fez as ações trabalhistas caírem mais de 90%. Só na Bahia, o volume de novas ações caiu 91% nos primeiros dias”, afirmou.

Sobre a reforma da previdência o deputado Benito Gama que é vice-presidente do governo no Congresso Nacional chamou atenção para os gastos no setor público com 1 milhão de aposentados que custam R$ 164 bilhões e no setor privado com 30 milhões de aposentados que custam R$ 150 bilhões.  

O parlamentar baiano disse ainda que “é preciso garantir o equilíbrio das contas previdenciárias. “Este ano o déficit previdenciário é de R$ 184 bilhões. Para o ano que vem está previsto uma média de R$ 205 bilhões. Se nós não fizermos esta importante reforma, vai ser dificílimo enfrentar os próximos anos. Chegará ao extremo em que, na verdade, só haverá recursos para pagar funcionário público, pensões previdenciárias, etc”, afirmou.

 

 

 

 

 

Compartilhe nas redes

Deixe seu comentário

 
voltar ao topo

Assine nossa Newsletter

Receba novidades exclusivas do Deputado por e-mail.
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!