Benito Gama

Benito Gama

     

Biografia

Benito Gama

     

Biografia

 

Biografia

 

Benito Gama (PTB-BA) se elegeu em 2014, deputado federal pela Bahia. Conquistou 4 mandatos consecutivos no período de 1986 até 2002, na Câmara dos Deputados, onde exerceu atividades de destaque no Congresso Nacional, como, por exemplo, a presidência da CPI que resultou no impeachment de Collor de Melo, em 1992. Agora, o deputado federal constituinte retorna à Casa Legislativa, após ocupar cargos públicos nas esferas Estadual e Federal. São cerca de 30 anos dedicados à vida pública, uma trajetória de realizações e desafios. Benito Gama é um dos políticos mais respeitados do país, ficha limpa e que honra a Bahia.

Baiano de Ituaçu, Benito Gama nasceu em 29 de agosto de 1948. Casado com Dona Maria Natal, pai de três filhos; Monique, Taissa e Benito Filho e avô de duas netas; Anna Maria e Paula Valentina e um neto; Carlos Filho.

Formado em economia pela Faculdade Católica de Ciências Econômicas da Bahia – Facceba, especializou-se em engenharia econômica e administração industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em análise econômico-financeira pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUCRJ). É professor licenciado da Universidade Católica de Salvador-BA (UCSAL). Benito Gama começou sua carreira como auditor fiscal da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (SEFAZ). Líder atuante e preocupado com o desenvolvimento social e econômico da Bahia, Benito ingressou na política com propostas e alternativas em prol da Bahia e dos baianos.

Benito Gama foi secretário de Transportes, Fazenda, e Indústria e Comércio, em três Governos. Uma das grandes conquistas durante o período em que estava à frente da Secretaria de Indústria e Comércio foi garantir a vinda de mais de 300 indústrias e empresas para a Bahia, contribuindo para o desenvolvimento econômico do Estado e geração de emprego e renda. A articulação e empenho de Benito foram fundamentais, para a vinda da montadora Ford e revitalização do Polo de informática de Ilhéus-BA. O deputado Benito também participou ativamente no processo que viabilizou a instalação das empresas; Monsanto, Veracel Celulose e Bahia Sul Celulose na Bahia.

O deputado baiano é fundador e ex-integrante do Fórum Nacional do Instituto Nacional de Altos Estudos – INAE, criado pelo ex-ministro João Paulo dos Reis Velloso com a finalidade de oferecer propostas concretas para a modernização da sociedade brasileira.

Foi presidente da Empresa de Turismo de Salvador-BA (Emtursa), em 2005. Assumiu a diretoria administrativa-finaceira da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em 2008. Benito também foi secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, onde coordenou as ações de mineração, energia, atração de investimentos, logística, áreas industriais e de desenvolvimento comercial, e presidente da Fundação Instituto Getúlio Vargas, vinculada ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Em 2013, Benito Gama foi vice-presidente de governo do Banco do Brasil. No ano seguinte, descompatibilizou-se do cargo, para concorrer a vaga de deputado federal.

Foi para lutar, ainda mais, em defesa da Bahia, que Benito licenciou-se ao cargo de secretário de Estado disputando, pela primeira vez, um cargo eletivo, em 1986. Benito foi eleito deputado federal pela Bahia no então (PFL-BA). Ao logo dos seus 4 mandatos foi presidente de comissões, relator e líder do Governo Fernando Henrique.

O deputado federal, Benito Gama é vice-líder do governo no Congresso Nacional, vice-presidente nacional do partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e presidente do PTB Bahia. Na atual legislatura foi escolhido membro titular da Comissão permanente de Finanças e Tributação, membro titular da comissão especial de Reforma Política e membro suplente, nas Comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional – CREDN e Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática – CCTCI. Em 2016, Benito Gama participou pela segunda vez do processo de impeachment de presidente da República no país. Ele votou favorável ao impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff.

Compartilhe nas redes

Deixe seu comentário

 
voltar ao topo

Assine nossa Newsletter

Receba novidades exclusivas do Deputado por e-mail.
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!